Logo 1983

1984: Sucesso do Carnaval leva TV Manchete à dramaturgia

Transmitindo o carnaval sozinha, a emissora ficou em primeiro lugar absoluto em várias capitais, levando Bloch a entrar na dramaturgia. A parceria com a Globo foi rompida. Olimpíadas de Seul, Programa de Domingo e Frente a Frente também foram novidades de 1984.

No segundo ano de operação, a estratégia de uma programação para as classes A e B ainda estava de pé. A Manchete revolucionou a cobertura do carnaval e foi a Los Angeles transmitir a maior quantidade de horas de uma Olimpíada. De quebra, criou a transmissão ao vivo de grandes acontecimentos, como as Diretas Já, no mesmo ano.

Neste post:

First MTV

A emissora inicia o ano lançando, no dia 23 de janeiro, o FMTV, o primeiro programa de videoclipes do Brasil, revelando como apresentadores João Kleber, e mais tarde, Patrícia Pilar. A atração entrava no ar de seg. a sex., às 19h e a partir das 18h30 dos sábados. Tinha meia hora de duração.

Campeã do Carnaval

Em fevereiro a Rede Manchete transmitiu com exclusividade o Desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, inaugurando o sambódromo da Marquês de Sapucaí. A grande cobertura das revistas do Grupo Bloch se repetiu pela TV, com 100 horas entre a sexta-feira e a quarta-feira de cinzas. A novata emissora liderou a audiência, com média de acima dos 30 pontos, e pico de 60 na segunda-feira de carnaval no Rio.

Anúncio das transmissões do carnaval de 1984
Anúncio das transmissões do carnaval de 1984

Esse imenso esforço técnico e jornalístico foi recompensado por uma audiência maciça em todo o Brasil, durante o período do carnaval, estendendo-se o grande interesse público até as apurações dos desfiles das escolas de samba, igualmente transmitidas ao vivo do Ginásio do Maracanãzinho, e ao show das campeãs do samba na noite de sábado. O empenho da Rede Manchete em voltar sua ação jornalística para a cobertura completa dos quatro dias de carnaval, em todo o Brasil, partiu do princípio de que nenhum outro evento, ou espetáculo, é capaz de superar, nas mentes e nos corações do povo brasileiro, os ritmos, as cores e a alegria da sua maior festa.

Na terça-feira de carnaval, quando a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira inundou de verde e rosa o asfalto e as arquibancadas da Passarela, um helicóptero da Rede Manchete sobrevoou o desfile e registrou algumas das mais belas cenas até hoje vistas nas telas das televisões do país. Foi um raro momento de ação e emoção, tão rico, tão intenso, tão surpreendente como o próprio carnaval.

Anúncio publicado pela emissora fazendo um balanço das transmissões

Manchete em Nordeste

Entraram no ar as duas emissoras originais da Rede Manchete que faltavam: a TV Manchete de Fortaleza, canal 2, e a TV Manchete de Recife, canal 6.

O canal cearense estreou em 12 de fevereiro de 1984, e foram exibidas as mesmas atrações de estreia dos outros estados: O Mundo Mágico e Contatos Imediatos de Terceiro Grau.

Já a TV de Pernambuco, que a Manchete anunciou como uma espécie de “cabeça de rede” regional, quase não estreou a tempo de exibir o carnaval exclusivo naquele ano. O canal 6 só começou a operar em pleno sábado de carnaval, dia do Galo da Madrugada, tradicional festa da capital pernambucana. As atrações de estreia, claro, foram as transmissões do carnaval, com flashes da festa de rua da cidade pra todo o país.

Torre da TV Manchete de Pernambuco
Torre da TV Manchete de Pernambuco

A torre de transmissão da Manchete em Pernambuco era um monumento arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer, que logo virou cartão postal da região. Ela ficava localizada no município de Olinda, antiga capital do estado, e limítrofe a Recife.

Olimpíadas de Ouro

Em junho a emissora fez sua primeira transmissão esportiva com a cobertura das Olimpíadas de Los Angeles. A equipe, liderada por Paulo Stein e Alberto Leo, apresentadores da “Manchete Esportiva“, tinha 33 integrantes, que transmitiram até 18 horas ao vivo direto dos EUA. Foram 400 horas no total, a maior cobertura da TV. Apenas cinco programas foram mantidos na grade: Circo Alegre, Clube da Criança, Jornal da Manchete, Manchete Shopping Show e FMTV. O Shopping Show poderia ser interrompido a qualquer momento com entradas ao vivo.

Peça publicitária sobre a cobertura das Olimpíadas de 1984
Peça publicitária sobre a cobertura das Olimpíadas de 1984

Começo da dramaturgia

Depois da bem sucedida transmissão do carnaval e consequente rompimento do acordo de cavalheiros com a Globo, a direção da Manchete fica animada com a alta audiência de uma produção popular, e Bloch autoriza a produção de uma minissérie. Mauricio Sherman convenceu o empresário que sustentar uma emissora só com jornalismo, shows e filmes já se mostrado uma tarefa muito difícil em outras emissoras. Era preciso criar produtos que fidelizassem o telespectador.

Foi escolhida a história da Marquesa de Santos, com base no livro de Paulo Setubal. Protagonizada por Maitê Proença, a trama estreou em 21 de agosto do mesmo ano e atingiu um audiência média de 7 pontos, colocando a emissora em terceiro lugar no horário. Nesse embalo, a rede produziu ainda mais duas minisséries: Santa Marta Fabril e Tudo em Cima.

Marquesa de Santos

Minissérie com 25 capítulos baseada no livro de Paulo Setubal, sinopse de Carlos Heitor Cony, roteiro de Wilson Aguiar Filho e direcao de Ary Coslov. Protagonizada por Maite Proença e Gracindo Jr. Registrou media de 7 pontos, colocando a Manchete em terceiro lugar.

Domingo em movimento

O dominical Diálogo, onde Roberto D’Ávila conandava um time de entrevistadores e conversavam com alguma personalidade, ganhou quadros de variedades, e D’Ávila ganhou a companhia fixa de Maitê Proença. O programa começou a se definir como ‘uma revista em movimento‘.

Em novembro, a emissora resolveu turbinar o formato. Acabou com o Diálogo, e criou dois novos programas: às 20h começava o “Programa de Domingo”, que tinha temas da atualidade, resultado da loteca, os gols da rodada, quadros de entretenimento, opiniões, reportagens, música, Roberta Close como entrevistadora, quadros de Marilia Pera, Dina Sfat, Juca de Oliveira, e apresentação de Maitê Proença. Em seguida, às 22h30, era a vez de Roberto D’Ávila entrevistar personalidades brasileiras no também novo “Persona“.

Frente a Frente

Nei Golçalves Dias apresentou o Frente a Frente, entre 1984 e 1986
Nei Golçalves Dias apresentou o Frente a Frenter, entre 1984 e 1986

Nei Gonçalves Dias estreia um programa de entrevistas de fim de noite, exibido diariamente após o Jornal da Manchete Segunda Edição. O programa foi o primeiro produzido totalmente em São Paulo para exibição nacional. O jornalista sentava-se de frente ao seu entrevistado, normalmente alguma personalidade da política, economia, do mundo dos negócios ou das artes. Ficou no ar por três anos, sempre com ótima repercussão.

Diretas Já

No cenário político, começava por todo o país o movimento das Diretas Já. Dentre todas as emissoras de TV, A Manchete foi a que dedicou mais horas da programação para a cobertura dos comícios e manifestações, superando muito a atuação de suas concorrentes, nesse que foi um dos mais importantes acontecimentos políticos durante a existência da emissora.

Rede Manchete chega à Vitória

A TV Vitória, canal 6 da capital capixaba, passou a integrar a Rede Manchete de Televisão em 17 de outubro de 1984. A afiliação durou até o fim da emissora, tendo sido uma das mais longevas da rede.

TV Vitória troca SBT pela Rede Manchete, em 1984
TV Vitória troca SBT pela Rede Manchete, em 1984

Por Diogo Montano

Diogo Montano é Bacharéu em Ciência da Computação, pós graduado em Gestão de Negócios, e trabalha há quase vinte anos unindo duas coisas que sempre gostou: comunicação e tecnologia. Cresceu assistindo à Globo e Manchete, canais de tv que tinham as melhores imagens da região. Em 1999, ainda antes de entrar na faculdade, publicou a primeira versão deste site, logo após a venda da Manchete.

leia também