1995: Tocaia Grande e 24 Horas iniciam fase de reconquista do público

Cresce a audiência com a estreia de Tocaia Grande, jornalísticos e programas populares

Resumo

  • Com a casa mais arrumada, começa movimento para recuperar posição em audiência.
  • Novela Tocaia Grande cria expectativa e ganha ares de superprodução.
  • Vinheta de 12 anos relembra de sucessos.
  • e fortalecem a “linha de shows”.
  • Com 3 pontos no primeiro mês, Walter Avancini assume Tocaia e triplica audiência.
  • Morre Adolpho Bloch, aos 87 anos, vítima de embolia pulmonar.

Em 1995, a emissora completava doze anos, com popularidade aumentando devido aos desenhos japoneses e uma programação recheada de produções independentes. A direção se dedicava exclusivamente à adaptação para a TV de Tocaia Grande, livro de Jorge Amado. Os investimentos altíssimos davam clima de superprodução.

Vinheta de 12 anos

No mês de fevereiro, a emissora transmitiu novamente os Desfile das Escolas de Samba do Rio, como atração principal do Carnaval da Manchete.

Em setembro, Carlos Amorim assumiu a direção de programas jornalísticos e, exatamente no dia 18, estreia o polêmico “24 Horas“. Idealizado por Fernando Barbosa Lima e apresentado por Solange Bastos, se propôs a fazer um retrato realista de temas, locais e personalidades populares. A crítica logo percebeu as semelhanças com o Documento Especial, sucesso de audiência e crítica entre 1988 e 1992. O 24 Horas foi aceito pelo telespectador, e conquistou a vice-liderança em muitas edições, servindo como uma importante vitrine para as campanhas de divulgação dos programas que estreariam nos meses seguintes.

Os anúncios já estavam no ar para a estreia do programa de auditório “Seu Boneco nas Paradas“, nas tardes de sábado. Marcaria o retorno do gênero à grade do canal, apostando no sucesso do personagem interpretado por Lug de Paula na Escolinha de seu pai, Chico Anysio. A fórmula lembrava o programa do Chacrinha, com números , artistas consagrados, calouros e, claro, um time de calouros com personalidades como João Roberto Kelly, Chiquinho Scarpa, Magda Cotrofi e Rogéria.

Porém, a tentativa de criar um novo Chacrinha não vingou, e o programa saiu do ar após poucas edições. Lug de Paula permaneceu com sua atração infantil diária, o “Clube do Sr. Boneco”, de segunda a sábado, das 18h às 18h10, esquentando o horário para os que vinham a seguir.

Por Diogo Montano

Diogo Montano é Bacharéu em Ciência da Computação, pós graduado em Gestão de Negócios, e trabalha há quase vinte anos unindo duas coisas que sempre gostou: comunicação e tecnologia. Cresceu assistindo à Globo e Manchete(imagens sem interferências na baixada fluminense), e em 1999, ainda antes de entrar na faculdade, publicou a primeira versão deste site, logo após a venda da emissora. Atualmente trabalha como PM(Product Manager) no Globoplay.

leia também

tudo sobre