Log do Circo ALegre do Palhaço Carequinha

Circo Alegre

O Circo Alegre foi apresentado pelo Palhaço Carequinha, famoso em todo o país desde a década de 60, quando apresentou pela Tupi um programa de muito sucesso, o Circo do Carequinha. Foi pioneiro na época, e inspirou outros palhaços a seguirem o mesmo caminho.

Na Manchete, seu programa estreou em outubro de 1983 às 15h, antecedendo o (17h). Mas o artista já trabalhava na emissora desde antes da entrada do canal no ar. Foi um dos consultores de Mauricio Sherman durante a concepção do Clube da Criança, fórmula que se provaria um sucesso copiado por todas as emissoras. Carequinha também orientou Xuxa, e criou muitas das brincadeiras e atividades de palco.

Eu inventei essas brincadeiras com crianças, tão comuns hoje nos programas . Eu as pegava para dar cambalhota, rodar bambolê, calçar sapatos, vestir paletó primeiro, brincadeiras com maçã e furar bolas”

Carequinha, em entrevista na década de 90

Devido ao sucesso do Clube, foi natural que o veterano fosse convidado a pilotar outra atração do gênero. O Circo Alegre substituiu uma série de desenhos que eram exibidor, sem apresentador, entre 15 e 17h. O resultado da vitrola de desenhos foi satisfatório, e a emissora decidiu investir em um programa de verdade para a faixa.

Abertura e início do Circo Alegre, 1983, Manchete

O formato do Circo Alegre

O Circo Alegre era uma mistura de “Clube da criança” com circo, onde Carequinha se valia de toda sua experiência de improviso para entreter as crianças. Com o tempo, o programa foi antecipado para a faixa das 12h30, depois 11h30, e finalmente às 10h30, conforme a emissora estreava atrações e conseguia antecipar entrada da grade de programação diária no ar.

O programa tinha a assistência da ajudante Paulinha e das professoras da Escola de Dança Sininho de Ouro, de Niterói (RJ), além de seu parceiro de palco, o palhaço “Rolinha”. O programa também estava sob responsabilidade da produtora Marlene Mattos, assim como o Clube da Criança. Usava o mesmo estúdio, com alterações que assemelhavam o palco com um picadeiro.

Os programas da semana eram gravados em um dia, durante oito horas. O auditório contava com estudantes de escolas públicas e particulares do Grande Rio, que logo após as aulas entravam em ônibus fretado direto para o auditório do Teatro Adolpho Bloch. Lá, recebiam um bom lanche e tinham intervalos para brincarem.

Em 1984, foi lançado o LP Clube da Criança, que unia as músicas do Circo Alegre com as do programa principal., O palhaço cantava com Luciano e Patrícia, do Trem da Alegria, além de Xuxa. Em novembro de 1985, no entanto, o programa foi extinto, dando lugar novamente à Sessão de desenhos.

Abrindo a programação

As mudanças de horário aconteceram em função da estréia de novos programas para preencher a grade, e assim antecipar a entrada no ar da programação diária. A emissora só iniciava suas transmissões às 17h em seu primeiro mês de operação. Gradativamente foi lançando programas para os horários vespertinos e matutinos, respectivamente. A maioria dessas novas estreias foram deslocando o Circo Alegre em direção ao horário da manhã. D

Algumas dessas atrações foram o feminino (14h30 às 16h30), (12h), (12h30), e (13h30). O Circo Alegre estacionou as 10h30, onde ficou a maior parte do tempo.

Por Diogo Montano

Diogo Montano é Bacharéu em Ciência da Computação, pós graduado em Gestão de Negócios, e trabalha há quase vinte anos unindo duas coisas que sempre gostou: comunicação e tecnologia. Cresceu assistindo à Globo e Manchete(imagens sem interferências na baixada fluminense), e em 1999, ainda antes de entrar na faculdade, publicou a primeira versão deste site, logo após a venda da emissora. Atualmente trabalha como PM(Product Manager) no Globoplay.

leia também