logo2-2

Os Cavaleiros do Zodíaco

Neste post

Heróis da Manchete

Cavaleiros do Zodíaco estreou na Manchete em 1º de setembro de 1994, só sendo interrompida em 12 de setembro de 1997. Em 1º de janeiro de 1998 voltou a ser exibida, e foi suspensa no final do mesmo ano durante a crise pela qual passava a emissora, quando os horários dos programas foram substituídos por televendas.

A série foi responsável pelo retorno da Manchete aos grandes sucessos junto à garotada. Órfãos de Jaspion, Changeman e demais seriados do gênero Tokusakus, somados aos  telespectadores mais novos, não desgrudaram da TV e se divertiram com eessa nova onda de seriados japoneses, agora pertencentes ao gênero dos Animes (animações, desenhos animados).

“Cavaleiros” virou logo mania nacional e durante os dois primeiros anos manteve uma audiência média na casa dos 16 pontos, garantindo o segundo lugar isolado de audiência nas suas duas exibições diárias. A série ia ao ar pela manhã, dentro do Dudalegria, e era reprisada no final da tarde,  no . Com a extinção desses dois programas, manteve seus horários originais, mas como um programa solo na grade de programação. Ia ao ar às 10h15 e 18h15, casa seção com 45 minutos de duração.

Em 1994 e 1995 era o programa de maior audiência da Manchete. Foi fundamental para a repopularização da grade da emissora. Deu origem a outras séries do gênero, entre elas, Shurato, Samurai Warriors, Sailor Moon, Yu Yu Hakushô e .

A história

Seis anos antes dos eventos descritos pela série, cem órfãos do Japão são enviados para diversas partes do mundo para que se tornem lendários guerreiros conhecidos como “Cavaleiros”, soldados sob o comando da deusa grega Atena. Tais guerreiros são protegidos por uma constelação celestial.

O poder dos Cavaleiros se origina do entendimento da natureza do “Cosmo”, uma essência espiritual que teve origem com o Big Bang. O conceito do “Cosmo” dita que cada átomo do corpo humano é similar a um pequeno sistema solar, e como o corpo possui biliões de átomos, sua totalidade forma um “pequeno Cosmo” ou um “pequeno universo”. Cada pessoa possui um Cosmo único, e os Cavaleiros são capazes de utilizá-lo para realizar actos sobre-humanos.

Saint Seya e os Cavaleiros do Zodíaco defendem Atenas
Saint Seya e os Cavaleiros do Zodíaco defendem Atenas

O foco da é em um dos órfãos chamado Seiya. Enviado para o Santuário na Grécia para se tornar o Cavaleiro de Pégaso, ele cumpre sua missão após seis anos de treinamento e retorna ao Japão para rever sua irmã mais velha.

Como a mesma desapareceu no mesmo dia em que Seiya viajou para o Santuário, Saori Kido, a neta do homem que enviou todos os órfãos para treinar, faz um trato com ele e o convence a participar da Guerra Galática, um torneio que reúne os órfãos que se tornaram Cavaleiros para que se enfrentem em busca do prémio: a Armadura de Ouro de Sagitário. Se Seiya participasse e ganhasse, Saori iniciaria uma busca por sua irmã.

Durante a série, Seiya se torna amigo e aliado de outros Cavaleiros de Bronze: Shun de Andrômeda, Shiryu de Dragão, Ikki de Fênix e Hyoga de Cisne. Juntos, eles lutam para proteger a deusa Atena de qualquer perigo, assim como seus antecessores fizeram durante milénios.

Imagem de Os Cavaleiros do Zodíaco da Rede Manchete -

Os Cavaleiros de Zodíaco são hierarquizados de acordo com o metal que compõe sua armadura e sua constelação guia, e esta classificação servem também para dividí-los quanto ao nivel de seu poder, isto é, a capacidade de elevarem seus cosmos. Eles são dividas em Bronze, Prata e Ouro; tais armaduras são entregues a guerreiros, que possuem domínio do cosmo, equivalente ao nível da armadura. Enquanto as Bronze são vestidas por Cavaleiros mais fracos, as de Ouro pertencem àqueles que dominam completamente o Sétimo Sentido, que seria a percepção cósmica de canalizar e dominar plenamente a energia que permeia toda a matéria (chamada cosmo-energia).

Na história original, existem doze zodíacos de ouro, vinte e quatro zodíacos de prata, quarenta e oito de bronze e quatro armaduras especiais que não possuem categoria. No Episódio G6, é dito que existem cinquenta e duas armaduras de bronze, não existindo, portanto, nenhuma armadura especial.

Armaduras:

Na série, a maioria dos personagens são guerreiros que vestem diferentes tipos de zodíacos . Cada uma delas foi desenhada e construída por ferreiros a serviço de um deus. Nenhum dos que fizeram as armaduras é revelado, apesar de Shion, Mu e Kiki serem descendentes do povo que forjou as armaduras de Atena, os habitantes do Continente de Mu, continente mitológico no Oceano Índico. Os deuses também possuem armaduras, chamadas de kamui(Literalmente armadura dos deuses). cavaleiro tem uma vida, que, ao ser destruída, só pode ser revivida, e não restaurada de maneira qualquer. Somente os descendentes do povo que as forjou podem revivê-las. No caso das Armaduras de Atena, por exemplo, o cavaleiro deve sacrificar grande parte do próprio sangue para ajudar na recuperação.

Apesar de cada tipo de armadura ter características diferentes, seus princípios de funcionamento são bastante similares: elas são muito mais resistentes do que o metal comum, e amplificam a cosmo-energia do usuário muitas vezes.

Depois do Big Bang, uma força chamada de cosmo foi espalhada pelo universo. Os humanos que conseguem controlar essa força tornam-se extremamente fortes e conseguem despertar sentidos sobre-humanos.[16]

Cosmos

Reencarnação:

No começo da série é dito que a cada período médio de 250 anos, os deuses reencarnam na Terra. Durante a batalha das doze casas, Shaka conta para Ikki que é a reencarnação de Buda. Com o lançamento dos mangás The Lost Canvas e Next Dimension, revela-se que a maioria dos cavaleiros da era atual são na verdade reencanações dos cavaleiros da última guerra santa contra Hades.

Do ponto de vista da biologia, os sentidos são as formas como os seres vivos reconhecem outros organismos e as características do meio ambiente em que se encontram. No ser humano são reconhecidos como sendo cinco sentidos: visão, audição, olfato, paladar e tato; sendo suas respectivas funções: ver, ouvir, cheirar, saborear e sentir a “textura”. A série expande o poder dos dois últimos sentidos dando ao paladar a função de fala e ao tato o controle sobre a coordenação motora.

Contudo, foram descritos na série mais quatro sentidos, sendo eles:

6º (Intuição) O sexto sentido faz os humanos poderem perceber e se comunicar com pessoas a grande distância. Com esse sentido um humano pode saber quando cada pessoa vai nascer ou morrer, ele também pode prever algo que irá acontecer.

7º (Cosmo) Sétimo sentido é o domínio total do “Cosmo”. Quando um cavaleiro consegue dominar este cosmo por completo, isto quer dizer que ele alcançou o máximo do sétimo sentido. Desde os tempos mitológicos, apenas os Cavaleiros de Ouro conseguiram dominar o máximo do sétimo sentido, sendo, assim, pessoas praticamente invencíveis. Mas, na verdade, se um Cavaleiro de Bronze ou Prata estiver muito determinado e encorajado, ele também poderá alcançar o sétimo sentido, mesmo sendo com muito mais dificuldade. O poder desse sentido é capaz de superar a perda dos outros seis.

8º (Arayashiki) O oitavo sentido é a habilidade que permite aos Cavaleiros irem até o Meikai (Mundo dos Mortos) e voltarem sem morrer. Assim como o sétimo sentido, é necessário um bom estado de espírito para despertá-lo. Os Espectros de Hades não o possuem, apesar de irem e voltarem do Mundo dos Mortos facilmente graças à proteção que possuem por jurar lealdade a Hades.

9º(Suprema zodíaco) Apesar de apresentado no Hipermito, nunca foi descrito na série. O nono sentido seria a “Vontade Divina”, um poder que permeia o universo desde o Big Bang. Aqueles que o alcançam, ganham o poder para se converterem em deuses.O Único cavaleiro de ouro a conseguir usar este sentido e Asmita de virgem, mas ao usar este poder todo seu corpo e destruído nao restando nada porque o cosmo queima-o completamente.

Mitologia e Religião

Apesar de ser baseada na mitologia dos zodíacos , a série apresenta elementos de diversas outras mitologias e Religiões. Essa miscelânea é explicada pelo Hipermito (um compêndio com informações sobre o enredo da série, lançado em 1988 com o objetivo de explicar dúvidas deixadas pelo anime e pelo mangá).

Segundo o Hipermito, o Big Bang azodíacodo deu origem ao zodíaco verso e à Suprema Zodíaco (nono sentido), sendo este último responsável pela criação do sers zodíacos. Alguns humanos atingiram um elevado cosmo, despertando o nono sentido e transformando-se em deuses. A medida que novos deuses surgiam, diferentes seitas e Religiões eram criadas para venerá-los.[16]

A evolução da série

1986

  • O Mangá é criado e começa a ser publicado no Japão.
  • Um mês depois, o Anime começa a ser exibido semanalmente na TV Asahi.

1987

  • Lançamento do primeiro curta-metragem: O Santo Guerreiro (A Batalha de Éris).

1988

  • Bandai lança os bonecos dos Cavaleiros, com suas armaduras de metal.
  • Lançamento do segundo curta-metragem: A Grande Batalha dos Deuses (A Batalha de Durval).
  • O anime começa a ser exibido na França, sendo rebatizado para: Les Chaveliers du Zodiaque – nome que o acompanharia em todas as outras traduções ao redor do globo.
  • Lançamento do primeiro longa-metragem: A Lenda dos Defensores de Atena (A Batalha de Abel).
  • A Shonen Jump lança a revista Cosmo Special, contendo o Hipermito.

1989

  • Exibido o último episódio do anime no Japão.
  • Lançamento do terceiro curta-metragem: Os Guerreiros do Armageddon (A Batalha de Lúcifer).

1990-1993

  • A publicação do mangá chega ao fim.
  • O anime é exibido no México, Tailândia, China, Espanha, Itália, Portugal, Indonésia, Malásia, Brunei, Peru, Panamá, França, Costa Rica, El Salvador, Taiwan, Colômbia, Chile e Argentina.

1994

  • É trazido pela primeira vez ao Brasil pela distribuidora Samtoy, exibido pela extinta Rede Manchete e dublado pela extinta Gota Mágica.

1995

  • O longa-metragem A Lenda dos Defensores de Atena é exibido nos cinemas brasileiros e tem recorde de público dentre as animações nipônicas já exibidas na grande tela. Estima-se que cerca de 1 milhão de pessoas assistiram ao filme.
  • É exibido o último episódio da série no Brasil; contudo, a Rede Manchete continuaria a reprisá-la pelos próximos dois Anos.

1997

  • A Rede Manchete remove as reprises de Os Cavaleiros do Zodíaco do ar, após condensar os últimos dois episódios em apenas um, e encerra a exibição com um fatídico “Fim”, junto aos créditos.

1998

  • No dia primeiro de Janeiro a Manchete exibe sem muito alarde o filme “A Batalha Final”. Seria a última exibição da série no Brasil até seu retorno pelo Cartoon Network.

1999-2000

  • Em Setembro a SIC finalmente começa a transmitir a série na íntegra em Portugal.
  • Em Dezembro, o mangá de Os Cavaleiros do Zodíaco, junto com o de Dragon Ball, passa a ser publicado no Brasil pela Conrad Editora.

2001

  • O desenhista francês Jérome Alquié, que antes havia produzido um cartaz para chamar a atenção da Toei Animation sobre a Saga de Hades, surpreende o mundo ao produzir dois trailers da Saga (o primeiros com cenas do encontro de Ikki e Pandora e o segundo com os Cavaleiros diante do Muro das Lamentações). O francês Chegou a declarar que se a Toei não quisesse produzir a Saga de Hades, ele compraria os direitos e ele mesmo produziria.

2002

  • Gigantomaquia é lançada no Japão.
  • Toei Animation finalmente lança a Saga de Hades em anime.

2003

  • Episódio G (novo mangá dos Cavaleiros), é lançado no Japão.
  • Começa a redublagem de Cavaleiros nos estúdios da Álamo, para seu esperado relançamento no Brasil, dessa vez trazido pela licenciadora DaLicença. Em 1º de Setembro acontece a reestréia no Brasil, no canal a cabo Cartoon Network.
  • Encerrada a publicação do mangá no Brasil, com a chegada da edição 48.

2004

  • Novo filme dos Cavaleiros (Prólogo do Céu – Abertura) estréia no Japão.
  • Cavaleiros passa a ser exibido no Brasil também em canal aberto: Rede Bandeirantes a partir das 18:00 h, de segunda à sexta.
  • É relançado o mangá no Brasil com algumas correções consideráveis nos textos. Além disso é lançado o Episódio G no Brasil, o segundo país a lançá-lo, atrás apenas da Argentina.

2005

  • Filme Books e Gigantomaquia são lançadas no Brasil.
  • Jogo de Ps2 dos Cavaleiros é lançada no Japão pela empresa Dimps.
  • Cavaleiros passa a ser exibido no Brasil por outro canal aberto: Rede 21 (atualmente chamado PlayTV).
  • A dublagem do Capítulo do Santuário da Saga de Hades começa a ser feita para exibição no México (Primeiro país sem contar o Japão a exibir a saga).
  • No Dia 17 de Dezembro são exibidos os primeiros dois episódios da fase do Inferno (Saga de Hades).

2006

  • Começa a dublagem para o DVD brasileiro da Saga de Hades, Capítulo do Santuário (Segundo país sem contar o Japão a exibir a saga).
  • O Brasil é o primeiro país, sem contar o Japão, a exibir o filme Prólogo do Céu nos cinemas.
  • No dia 27 de Abril é lançado o novo mangá de Masami Kurumada: Saint Seiya – The Next Dimension.
  • É lançado o DVD da Saga de Hades no Brasil totalmente em portugês, pela Play Arte Home Video, batizada Os Cavaleiros do Zodíaco – Hades – A Saga do Santuário.
  • Segundo jogo de PS2 dos Cavaleiros (Saint Seiya – The Hades) será lançado no Japão em 13 de Outubro de 2006.

2007

  • São exibidos os últimos episódios da fase do Inferno (Saga de Hades).
  • Os quatro filmes antigos são redublados no Brasil para serem lançados em DVD.
  • É confirmada a produção da fase Elíseos (Saga de Hades).
  • A Saga de Hades – Inferno, é dublada no Brasil e lançada em DVD em Novembro.
  • A editora JBC consegue os direitos de publicação do The Lost Canvas e lança em Setembro deste ano o mangá no Brasil.

2008

  • Fase Elíseos (Saga de Hades) é exibida.
  • Film Book de Elíseos é lançado no Japão.
  • A Playarte adquire os direitos da Fase Elíseos da Saga de Hades e lança DVDs no Brasil.
  • O anime do The Lost Canvas é anunciado.

2009

  • O mangá Episódio G é paralisado no Japão.
  • The Lost Canvas é lançado no Japão em Dvd e Blu-Ray.
  • Focus/FlashStar Films adquire os direitos do Lost Canvas e lança os primeiros 6 episódios em dezembro de 2009.

2010

  • Primeira temporada de The Lost Canvas é concluída.
  • Cavaleiros do Zodíaco passa a ser exibido novamente no Brasil em canal aberto pela Rede Bandeirantes a partir das 8:00 h de segunda à sexta e aos sábados, a partir das 13:40 h.

2011

  • Segunda temporada de Lost Canvas é lançada e terá 13 episódios
  • PlayArte lançará DVDs especiais e raros da Saga de Hades intitulados O Mito dos Cavaleiros Renegados.
  • Em fevereiro o mangá Episódio G volta a ser publicado no Japão.
  • Filme em computação gráfica é anunciado.
  • Remake da Sanyo com o relaçamento da saga do santuário para a máquina Pachinko.
  • Estilo do clipe de abertura da saga Asgard e Poseidon foi usado para produzir os clipes cavaleiros da Pachinko, mas houve alterações nas armaduras dos 5 de bronze, a segunda versão dos cavaleiros foi passado para a primeira versão.
  • O mangá The Lost Canvas é concluído em Abril, no capítulo 223.
  • A Conrad Editora divulga que irá continuar o lançamento do mangá Episódio G no mês de junho mensalmente a partir do volume 11.