O primeiro “projac” da tv brasileira

A emissora já nasceu com estrutura para ser uma grande produtora de conteúdo. Além da sofisticação de seus imóveis, da tecnologia que a fazia a mais moderna do mundo no ano de sua estreia, a emissora foi a primeira a ter um centro de produção de TV que integrava todas as etapas de produção do entretenimento. Em Água Grande, bairro de Irajá, zona Norte do Rio, havia 4 grandes estúdios, sendo um deles o maior da américa latina até os anos 2000. No local eram produzidos figurinos, mobiliário, cenários, e se comparar com os potenciais do Projac ou do CDT (sbt), só não havia espaço para as cidades cenográficas. Mas grande parte do material usado nestas era forjado no CDAT antes de comporem as cidades cenográficas (em Grumari e depois Maricá).